12 de out de 2010

Obras Diversas

Ulisses Mural  0,95 x 0,05


Nascido em São Paulo há 40 anos, o artista e amigo Décio Moraes registra inova o chiaro scuro.
A utilização de materiais incomuns tornou-se marca no trabalho de Décio.
Areia, carvão, cal, estrume fazem parte de uma pesquisa que não tem fim. Trata-se aqui, sobre um arguto autodidata.
Além de sempre atento estar em relação às cores, sua obra de muitas feições e gosto bom aos olhos e corações traz; explosão de luz , brilho à boa forma de torná-las o todo.
É algo assim: falar, versar, conversar, assistir, dançar e apreciar o exclusivo trabalho de Décio Moraes.
Esse jovem cavalheiro das artes plásticas, desde a primeira infância demonstrou especial atenção aos mestres que jamais conhecera, mas tornou-se um, dentre muitos: Atento. (Zarvos VlavianosAntonio Hélio Cabral, Antonio Peticov, Miró, Pablo Picasso, Góia  .) 
“A obra completa não existe: oferece múltiplas faces, fases e caminhos” : Ele diz. 
Autodidata e historiador, leitor do mundo especialmente o ocidental, traz ,reforma e traduz em cor e luz, a hipótese de uma vanguarda nas artes plásticas.
O trabalho de Décio Moraes contribui à renovação, sobre o que se possa tratar interferência, conhecimento e susto diante do que possa significar “obra de arte”.
Cor, luz, sombra, compõem o trabalho de todo e quaisquer artistas sobre a imagem e a palavra. Neste episódio criativo de Moraes trata-se de elementos que prescindem a palavra. É reflexão.
A obra a sensação e a humildade são como tríade indissociável diante do espectador atento sobre o trabalho do artista. Forma, luz e cor têm exclusividade pelas mãos de Moraes.
Mesmo diante de tão boas influências o artista tem contribuições puras, inéditas e surpreendentes. 
Carlos Landucci (amigo  querido  que já partiu e deixou saudades)



Ulisses Mural 0,95 x 0,85

Ulisses Mural 0,95 x 0,85

Nenhum comentário: